Aprenda a montar um cardápio saudável para seu filho

Colégio Boa Viagem Aprenda a montar um cardápio saudável para seu filho
Hoje é difícil não saber a importância de manter uma alimentação saudável na nossa rotina. Com vários estudos e informações sobre o assunto veiculando na mídia, já podemos considerar a nutrição um tipo de ciência que influencia diretamente na medicina moderna. 
Se a alimentação é essencial para a saúde e bem-estar de um adulto, pode parecer até óbvio dizer que ela tem um papel crucial no desenvolvimento da criança – e por esse motivo, pais e educadores precisam estar tão atentos à manutenção desses hábitos no seu dia a dia. 
Montar um cardápio saudável para seu filho, portanto, pode parecer uma tarefa trabalhosa e desafiante, mas não é esse bicho de sete cabeças que muitos pais imaginam. Neste artigo separamos as principais dicas para você mudar positivamente a alimentação das crianças em casa.

O papel da alimentação saudável na saúde do seu filho

Não é segredo para ninguém que a alimentação saudável tem um papel essencial na saúde das crianças. Além de atuar diretamente no crescimento físico dos pequenos, a alimentação influencia significativamente no seu desenvolvimento psicológico e cognitivo, podendo, portanto, ser crucial na capacidade de seu filho raciocinar e aprender melhor determinadas tarefas e matérias do colégio. 
Montar um cardápio saudável para ele, portanto, é uma maneira de garantir que ele tenha todas as oportunidades de aprender melhor e aproveitar todo o tempo que vai passar no colégio.

Dicas básicas para um cardápio saudável

Montar um cardápio saudável não significa ter que conhecer todas as regras nutricionais desenvolvidas para crianças. Basta apenas ser capaz de aplicar algumas orientações simples, recomendadas pela grande maioria dos nutricionistas especializados em pediatria. Separamos algumas delas abaixo para facilitar a sua tarefa de montar um cardápio saudável, prático e gostoso não só para seus filhos, mas para toda a família:
colegio-boa-viagem

Valorizar o consumo de todos os tipos de alimentos

Aquela história que você já ouviu sobre “alimentos proibidos” não funciona muito bem da maneira que todos nós imaginamos. A grande verdade é que nós, humanos, nascemos para comer um pouco de tudo, desde os carboidratos (base da pirâmide nutricional), até as proteínas e gorduras.
Por isso, o cardápio do seu filho deve ser baseado exatamente nesse conceito, equilibrando ao máximo a ingestão de cada tipo de alimento na rotina.
Uma boa maneira de acertar nas quantidades oferecidas ao dia é seguir o recomendado nas pirâmides alimentares desenvolvidas por especialistas em nutrição, que mostra a importância de cada grupo alimentar ao longo do dia.

Frutas e vegetais são essenciais

Boa parte das crianças não são muito fãs de frutas e vegetais, muito provavelmente porque esses alimentos não são tão saborosos quanto um prato rico em carboidratos ou gorduras, por exemplo. Mesmo com toda a resistência que eles possam apresentar no consumo desses alimentos, é inadmissível retirar esses produtos do cardápio dos pequenos – mesmo que você precise enfrentar o desafio de mascará-los no dia-a-dia ou simplesmente ensiná-los a importância que eles têm na sua saúde.
Por isso, em todas as refeições, tente sempre adicionar uma fruta ou um vegetal, mesmo que em porções pequenas, para que seus filhos se habituem a consumi-las.

Fique atento ao lanche da escola

O lanche da escola é, provavelmente, uma das refeições mais importantes do seu filho, visto que ele dará a energia necessária para que ele consiga se concentrar e estudar ao longo do dia. Por isso é preciso ficar muito atenta ao que fornecer nesse momento.
Monte sanduíches naturais e saladas de frutas. Biscoitos e bolos integrais também são boas opções.
Lembre-se sempre de valorizar uma porção de carboidratos, uma de proteínas e uma fruta, sempre que possível, nesses lanches. Fuja dos alimentos industrializados e açucarados – como salgadinhos, balas, chocolates, refrigerantes e sucos de caixinha. 
Algumas escolas possuem programas de educação alimentar que contam com a ajuda de nutricionistas para a realização de atividades lúdicas como jogos, músicas e histórias com o intuito de estimular os alunos a se interessarem por alimentos saudáveis.

Seja um exemplo sempre

Crianças se espelham nos pais e mestres para absolutamente tudo – e, por isso, na alimentação não seria diferente. Se você não tem o hábito de comer um pouco de tudo e bem, não será fácil para seus filhos se adaptarem a um cardápio saudável. Por esse motivo, ao mudar a alimentação para os pequenos, olhe para a sua própria e readapte sua dieta para ser um excelente exemplo para eles. 
Esperamos que essas dicas tenham sido suficientes para montar um cardápio saudável para seus filhos. Compartilhe conosco suas dificuldades, expectativas e experiências nessa tarefa!

Escrito por:
Ana Cintia Matos


Posts relacionados: