Meu filho quer mudar de escola e agora? 3 dicas para ajudá-lo na escolha

mudar de escola
Durante a longa e desafiadora trajetória escolar, pode ser que o seu filho demonstre certa insatisfação com o colégio onde estuda e, em alguns casos, ele acaba informando aos pais o seu desejo de mudar de escola.
Quando isso acontece, a primeira reação da família é de surpresa. Depois, uma série de dúvidas tomam conta da cabeça dos pais. Será que o colégio não é bom? Meu filho está com problemas de aprendizagem? Devo mesmo mudar de escola ou tentar adaptá-lo ao colégio atual?
Esses questionamentos são comuns e os pais devem procurar esclarecê-los antes de tomar qualquer decisão. Há casos em que a “culpa” não é do colégio onde o filho estuda. Por isso, o primeiro passo indicado para a família é procurar a escola e conversar sobre a situação da criança. Muitas vezes, a instituição de ensino é de qualidade, porém, o aluno não consegue se adaptar a metodologia, aos professores e aos colegas, o que desperta o interesse por mudar de escola.
Dialogar com as duas partes envolvidas, filho e colégio, é fundamental para os pais decidirem junto com o aluno se é preciso mudar de escola ou não. Se depois dessas conversas a família verificar que é o momento de trocar o estudante de colégio, é preciso se atentar a alguns pontos importantes para que a escolha seja assertiva.
Na sequência, listamos 3 dicas que te ajudarão a escolher junto com o seu filho uma nova escola. Confira!

1. Saiba o que seu filho espera ao mudar de escola

Antes de começar o processo de escolha do novo colégio, é importante que os pais conversem com o filho para saber o que a criança ou jovem espera da sua futura escola. Claro que não é possível encontrar uma instituição que atenda todos os desejos do filho, até porque, dependendo da idade, muitas das vontades da criança são baseadas em itens de diversão.
Mas nesse bate papo é possível conhecer os pontos que incomodavam o seu filho no colégio anterior e o que ele mais gostava. Assim, ao iniciar a procura pela nova escola, os pais já podem se atentar às características apontadas pelo filho.mudar de escola

2.  Opte por um colégio que esteja em sintonia com a família

Uma dica para ajudar o filho que quer mudar de escola é apresentar para ele instituições de ensino que possuem crenças e valores que estejam em consonância com o que ele vivencia todos os dias em casa.
Essa familiaridade com a nova escola é fundamental para que a adaptação da criança ou do jovem transcorra bem. Para encontrar um colégio em sintonia com os ideais da família, é importante que os pais conversem abertamente com os gestores sobre esses pontos durante a visita de apresentação.

3. Leve o seu filho para conhecer as instituições que despertaram o seu interesse

Quando o filho quer mudar de escola e os pais decidem que essa é realmente a melhor decisão, o processo de busca pela nova instituição costuma ser um pouco demorado, pois é preciso conhecer todos os detalhes e também analisar se o colégio tem as características consideradas primordiais para a família.
Envolver a criança ou jovem nessa etapa mais demorada não é recomendado. Porém, após fazer um levantamento das escolas mais interessantes, os pais devem levar o filho para visitá-las. Permitir que o estudante conheça o ambiente, os professores e um pouco da rotina do colégio é essencial para que ele participe ativamente do processo de escolha da nova escola.
Com essas visitas, o próprio filho pode repassar aos pais as suas impressões para que, juntos, possam tomar a melhor decisão.
Se você gostou do artigo e quer continuar por dentro das dicas de educação, não deixe de conferir também em nosso blog o post que mostra os 5 motivos para você começar a estudar com os seus filhos.
 

Escrito por:
Ana Cintia Matos


Posts relacionados: